Soldado baleado na cabeça é o primeiro PM morto no Rio em 2019

Carrinho -

Morreu, na noite deste sábado, o policial militar Daniel Henrique Mariotti, de 30 anos. Lotado no 22º BPM (Maré), o soldado foi baleado na cabeça, por criminosos, ao tentar evitar um roubo na Linha Amarela esta tarde. Levado às pressas para o Hospital Federal de Bonsucesso, o soldado não resistiu. Ele é o primeiro PM morto no Rio este ano. Em nota o governador Wilson Witzel lamentou a morte do PM. Mariotti estava na corporação desde 2013.

PT 938 -

“O Rio de Janeiro acaba de perder mais um herói nesta guerra contra os terroristas nas ruas do nosso Estado. Quero manifestar meu mais profundo pesar pelo assassinato do soldado PM Mariotti e minhas condolências à família. Que Deus o abençoe e o receba. Como governador, a morte de um policial é como perder um filho. Vamos investigar este caso com todo o rigor e não vamos parar o combate ao crime até devolvermos a paz ao Estado”.

PT 938 -

Nas redes sociais, amigos se mostram desolados com a perda: “Vai com Deus meu amigo te Amo! Que Deus lhe receba de abraços aberto já mas te esquecerei! Daniel MARIOTTI amigo de verdade!”, postou um amigo um amigo do PM.

AK 47 para venda no Brasil -

“Mais que um amigo..cara muito puro”, escreveu outro conhecido de Mariotti. “Jesus porquê tanta violência…vai com Deus Daniel…”, lamentou uma amiga do soldado.

Imbel 380 -

Mudança no protocolo de deslocamento de policiais

Tirar porte de arma de fogo -

O soldado ficou gravemente ferido após troca de tiros com bandidos, na tarde deste sábado, na Linha Amarela. De acordo com o comando do 22ºBPM (Maré), PMs do batalhão em deslocamento na via expressa, altura do viaduto da Avenida dos Democráticos, depararam-se com criminosos armados em tentativa de roubo. Os bandidos atiraram ao verem a aproximação dos policiais. Um PM ficou ferido na ação e foi socorrido pelos colegas ao Hospital Federal de Bonsucesso, onde recebe atendimento médico e apresenta estado grave. A Delegacia de Homicídios da Capital (DH) está investigando o caso.

Tirar porte de arma de fogo -

Durante coletiva de imprensa onde anunciou medidas para conter a crise no abastecimento de água em Guapimirim, o governador do Rio, Wilson Witzel, lamentou o caso e disse que o protocolo de atuação de deslocamento de policiais deve ser revisto:

Saiba mais sobre a Forjas Taurus -

– Todos os dias têm tiroteios no Rio. Ele estava de moto e foi vítima de arma de fogo. Precisamos rever este protocolo, pois ele estava sozinho (na moto) no momento do crime.


Como tirar CR | Armas Clandestinas | Comprar Arma sem Registro
Armas a Venda | Loja das Armas | Casa Armada

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *