Propostas de Bolsonaro para segurança não dependem só dele; veja análise – Notícias

Venda de arma com pronta entrega! -

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) terá, a partir de 1° de janeiro de 2019, a difícil tarefa de pôr em prática as propostas para a segurança pública que apresentou durante a campanha. A maioria das promessas, entretanto, não passa unicamente pela decisão do presidente.

Tirar porte de arma de fogo -

Bolsonaro aposta em sete pontos prometidos para conter o crime. Em pelo menos seis deles, é necessária mudança em leis e até mesmo na Constituição –e que necessitam de aprovação de 3/5 do Congresso. O plano não faz qualquer menção a facções criminosas e se concentra, em grande parte, em críticas ácidas ao PT (que governou o país entre 2003 e 2016). Veja a seguir:

  • Investir fortemente em equipamentos, tecnologia, inteligência e capacidade investigativa das forças policiais
  • Acabar com a progressão de penas e as saídas temporárias
  • Reduzir a maioridade penal para 16 anos
  • Reformular o Estatuto do Desarmamento para garantir o direito do cidadão à legítima defesa
  • Criação do excludente de ilicitude para policiais
  • Tipificar como terrorismo as invasões de propriedades rurais e urbanas, retirando da Constituição qualquer relativização de propriedade privada
  • Redirecionamento da política de direitos humanos, priorizando a defesa das vítimas da violência
Saiba como tirar CR sem despachante -

“São propostas que, para se converter em normas legais ou constitucionais, será preciso dialogar com o legislativo”, observa o professor de direito Adilson Dallari, da PUC (Pontifícia Universidade Católica) de São Paulo. “Mas as propostas são viáveis, pois o presidente terá uma bancada numerosa. São medidas que se justificam tanto pelo incontestável estado falimentar da segurança pública quanto, e principalmente, por atender a reivindicações de seus eleitores”, diz.

Cidadão no fogo cruzado

PT 380 -

O debate sobre segurança foi impulsionado pela alta da violência nos últimos anos. Desde 2006, a taxa de homicídios no país cresceu 14%, saltando de 26,6 para 30,2 para cada 100 mil habitantes, em 2016 –últimos anos com dados disponíveis pelo Atlas da Violência. O número de mortes violentas naquele ano foi o maior já registrado: 62,5 mil. 

Política de Entrega -

Nesse período, foram muitos programas de segurança, mudanças de gestões, novas leis, mas que surtiram pouco efeito no combate ao crime. Também neste século, o país assistiu quase paralisado ao crescimento das facções criminosas, que passaram a disputar o crime nas periferias e deflagraram uma guerra, em especial no Nordeste.

Arma na mão será solução?

Taurus Preços com pronta entrega -

As propostas apresentadas, porém, são vistas com ressalvas por especialistas e pesquisadores em segurança pública. O pesquisador do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) e conselheiro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Daniel Cerqueira, afirma que as propostas de Bolsonaro vão na “contramão do que se espera de politicas efetivas e racionais.”

Como comprar uma arma legalmente -

“A política dele está baseada no tripé endurecimento penal, licença indiscriminada para o policial matar e a possibilidade de todos terem arma de fogo. Cada um desses elementos é um equívoco terrível, e conjuntamente vão significar uma tragédia social”, afirma.

38 Taurus Cromada -

Para ele, as propostas apresentam um “cenário desanimador” para a segurança pública nacional. “O que se esperaria, olhando os bons exemplos nacionais e internacionais, era o comprometimento dos governos com a vida das pessoas, não políticas baseadas no achismo, na ideologia, e sim na gestão científica, em que você tem diagnósticos sobre violência local, planejamento, monitoramento e avaliação, para saber se as politicas funcionam ou não”, diz, citando a facilidade de adquirir armas pela população como um erro científico grave.

PT 380 Taurus é confiável! -

“Uma evidência já consagrada da literatura científica nacional e internacional é que mais armas geram mais homicídios: 1% mais armas nas ruas, 2% mais homicídios. Uma arma em casa aumenta em cinco vezes a chance de quem mora naquele lar sofrer suicídio ou homicídio, sem contar os acidentes domésticos com as crianças”, afirma.

Baby Glock -

Cerqueira entende ainda que leis mais duras não vão surtir efeito, assim como impunidade não se resolve com “licença para polícia matar”. “Precisamos é de uma polícia mais qualificada. Hoje, menos de 10% dos homicídios são esclarecidos no Brasil. Se a gente não consegue saber quem matou, de que adianta dar dureza penal? Se não predemos milicianos, os grandes traficantes, para que manter mais tempo na cadeia o ladrão de galinha e o garoto que estava com 50 gramas de maconha?”, questiona.

Marcelo Ferraz/UOL

Bolsonaro segura chave simbólica da cidade de Araçatuba (SP) como se fosse arma

Carrinho -

O presidente do Instituto de Criminalística e Ciências Policiais da América Latina, José Ricardo Bandeira, elogia a promessa de melhorar o serviço de inteligência e investigação das polícias. “Esta é a medida mais importante e urgente a ser tomada visando reduzir os índices de violência e criminalidade no país”, aponta.

Arma de Fogo sem Registro -

A flexibilização do Estatuto do Desarmamento é visto com ressalvas. “Não podemos pensar em liberar o porte de armas nas ruas”, diz, citando ainda que garantir a proteção ao agente público “é uma necessidade”, mas que deve vir “acompanhada de mecanismos de controle, fiscalização e punição dos possíveis excessos”.

PT 938 Inox pronta entrega -

Ele também se posiciona contra a redução da maioridade penal e diz que classificar como terrorismo a invasão de propriedades, ou tirar a “relativização” da Constituição, não terá impacto na segurança.

O que levou o país a uma situação crítica?

Comprar arma sem registro -

Bandeira afirma que a violência cresceu no país porque o governo federal “não cumpriu o seu papel como principal ator neste cenário, já que não investiu em um serviço eficiente e unificado de inteligência.” “Também não promoveu a devida proteção às nossas fronteiras, portos, estradas federais e aeroportos, permitindo assim que drogas armas e munições invadissem as nossas comunidades”, acrescenta.

Saiba mais sobre a Forjas Taurus -

Ivenio Hermes, coordenador do Obvio (Observatório de Violência Letal Intencional), ligado à Universidade Federal Rural do Semiárido, afirma que a política de segurança falhou por não ser considerada prioridade nas gestões e por ações contrárias ao conhecimento científico sem viés ideológico.

38 Taurus Preço com pronta entrega -

“Os grandes erros vieram de não darem continuidade ao único e grande plano de gestão em segurança pública, o Pronasci [Programa Nacional de Segurança com Cidadania, lançado em 2007, que buscava um crescimento das instituições de segurança a partir de seus agentes”, aponta. O Pronasci foi abandonado ainda na primeira gestão da presidente Dilma Rousseff, que passou a adotar uma estratégia centrada no combate às drogas e encarceramento em massa.

Como comprar uma arma -

O recém-criado Ministério da Segurança Pública não foi capaz, na opinião de Hermes, nem de estabelecer um critério unificado para a coleta de dados da criminalidade. 

38 Taurus Cromada -

A partir de uma visão desencontrada a critério dos Estados, mapas de violência foram sendo criados e muito pouco utilizados na criação de um plano de segurança pública nacional, com os devidos recortes respeitando as peculiaridades de cada região.”

Armas de fogo usadas a venda -

Ivenio Hermes, coordenador do Observatório de Violência Letal Intencional

Pistola 380 Glock -

No caso de Jair Bolsonaro, Hermes sugere o uso da literatura científica como uma bússola para estratégias. Uma das formas é “tomar para si a responsabilidade, e não jogar nas mãos do cidadão”, como propõe no caso das armas de fogo.


Como tirar CR | Armas Clandestinas | Comprar Arma sem Registro
Armas a Venda | Loja das Armas | Casa Armada

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *