Dono de farmácia que reagiu a assalto, matou mulher e deixou comparsa ferido, no DF, se apresenta à polícia | Distrito Federal

PT 58 S -

O comerciante Rafael de Oliveira Silva não deve ser indiciado pela morte da assaltante. Depois de prestar esclarecimentos na delegacia, o comerciante foi embora sem falar com os jornalistas.

Compre sua Glock 40 -

Mais cedo, o advogado dele, Carlos Eduardo de Souza, entregou a arma usada por Silva na troca de tiros com os assaltantes. Ele tinha registro e autorização para transporte da arma, uma pistola calibre .380, mas não possuia o porte (entenda abaixo).

38 Taurus excelente para defesa -

“Como o Rafael não estava sabendo como proceder nessa situação, decidiu procurar um advogado para, assim, se apresentar à delegacia”, disse Souza ao G1.

Pistola Venda pela internet -

Depois de atirar nos suspeitos, o proprietário da farmácia fugiu. Câmeras de segurança mostram os criminosos durante o assalto (veja vídeo abaixo). Eles rendem uma funcionária, pedem para Silva entregar o dinheiro, enchem uma caixa com produtos das prateleiras e deixam o estabelecimento.

Dono de farmácia reage a assalto, mata mulher e deixa comparsa ferido em Ceilândia, no DF

Armas de Fogo -

Logo depois, o comerciante corre, abre um carro, pega uma arma e vai atrás dos assaltantes. A troca de tiros, no entanto, não foi registrada pelos circuitos de segurança.

Pistola Glock 380 -

De acordo com a polícia, a mulher que participou do roubo não resistiu aos ferimentos e morreu próximo à farmácia. Testemunhas contaram aos policiais que, após o proprietário atirar na vítima, Giselle Ferreira de Souza, 23 anos, correu e caiu em via pública.

Armas Online -

Giselle tinha passagem na polícia por furto. Gilberto Moreno da Silva Júnior, 30 anos, que estava com ela, também foi baleado, mas conseguiu fugir. Segundo a polícia, Júnior foi até a casa onde mora, trocou de roupa e ainda agrediu a mulher dele.

Quanto custa para tirar porte de arma -

Depois, ele foi para um bar. No local, teria começado a sentir dores e decidiu procurar atendimento médico. A polícia, que procurava pelo suspeito nos hospitais da região, encontrou Silva no Hospital Regional de Ceilândia.

PT 58 S -

O suspeito tem cinco passagens por roubo e estava em regime semiaberto. Até a publicação desta reportagem ele permanecia internado.

Taurus 38 é o mais confiável para defesa -

Também no último sábado (9), o dono de uma lotérica de Ceilândia Norte reagiu a um assalto, tomou a arma dos criminosos e os expulsou sozinho. O caso aconteceu na QNM 4.

PT 380 -

De acordo com a Lei 10.826, de 2003, o registro de arma de fogo permite que o proprietário a use exclusivamente dentro de casa ou no local de trabalho, desde que ele seja o titular ou o responsável legal pelo estabelecimento.

PT 58 S -

Foras desses espaços, é necessário possuir o porte de arma de fogo – documento expedido pela Polícia Federal. O Estatuto do Desarmamento define em quais profissões é permitido o porte de arma.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *